Olá Cobens,

a notícia de hoje é uma pequena entrevista que o nosso querido autor cedeu ao pessoal da Bienal do Livro de São Paulo, quem quiser conferir o texto original na íntegra é só clicar aqui.

Eu vou deixar aqui só algumas frases ditas por ele:

- Sobre a Copa do Mundo no Brasil
“Estou acompanhando ainda mais de perto o Brasil por causa da Copa do Mundo. O problema é que tenho assistido a tantos jogos que mal estou conseguindo escrever”

-Sobre seus livros
“A beleza das novelas de crime e suspense é que elas te forçam a contar uma história, mas também entretêm o leitor. Por isso, elas têm que ser muito convincentes. Esse é meu desafio. Que os leitores fiquem acordados a noite toda, mergulhados no livro”

- Sobre o Myron Bolitar
“A vida de Myron não é parada como a de Sherlock Holmes, ou como a de Hercule Poirot, por exemplo. Ele faz mais do que resolver um crime. Ele envelhece, ele muda, ele sofre perdas e celebra as vitórias da vida. Em Quebra de Confiança, ele tem 28 anos. Já no décimo livro, Alta Tensão, ele já está na casa dos 40. Acho que isso é que torna a série ainda mais forte”

- Sobre seus livros virarem filmes
“Como Myron sempre diz, ‘Deus ri dos planos do homem’”




Então pessoal, ansiosos sim ou com certeza para sua vinda a Bienal?

Não esqueçam de deixar seus comentários ;)




Fonte: Bienal do Livro de São Paulo
Imagem: Google imagens

Deixe um comentário

Obrigada pela sua opinião!
Com ela posso melhorar o BHCB para VOCÊ! (: