"Minha família tem medo de mim. Dão-me algo e correm. E eu fico acabado, escrevendo tão rápido. Tão rápido quanto você está lendo, eu estou quase escrevendo."


Hoje é dia de mais um lançamento de livro do nosso querido autor, nos EUA, o "The Stranger" é o mais novo sucesso do Harlan Coben. Infelizmente ainda não há previsão para o lançamento aqui no Brasil, mas quem for um leitor bilíngue e quiser comprar a versão original clique AQUI.

Quem ainda não conhece o livro pode clicar AQUI e ser redirecionado ao post que já tinha feito sobre seu novo lançamento, ou conferir abaixo a sinopse do livro: 

SINOPSE
   "O Estranho aparece do nada, talvez, em um bar, ou em um estacionamento, ou no supermercado. Sua identidade é desconhecida. Seus motivos não são claros. Sua informação é inegável. Em seguida, ele sussurra algumas palavras em seu ouvido e desaparece, deixando-o pegar as peças do seu mundo destruído.
Adam Price tem muito a perder: um casamento confortável com uma bela mulher, dois filhos maravilhosos, e todas as armadilhas do sonho americano: uma casa grande, um bom emprego, uma vida aparentemente perfeita. Então ele corre para o estranho. Quando ele descobre um segredo devastador sobre sua esposa, Corinne, ele a confronta, e a miragem da perfeição desaparece como se nunca tivesse existido. Logo, Adam se encontra emaranhado em algo muito mais escuro do que até mesmo a mentira de Corinne, e percebe que, se ele não faz exatamente os movimentos certos, a conspiração que ele tropeçou não só vai arruinar a vida dele, mas vai acabar com ela."


Devido ao seu lançamento, ontem (23), o Harlan deu uma entrevista ao programa americano Today Show, pela TV NBC News e contou um pouco sobre sua nova história. Quem quiser ver o VÍDEO original em inglês clique AQUI ou clique na imagem abaixo. Segue a entrevista traduzida:

http://www.today.com/video/today/57154241#57154241


"Em seus últimos sete romances ele estreou como best-seller número 1 no  The New York Times, e agora, Harlan Coben está de volta com “The Stranger” e um segredo que pode desvendar uma família inteira.

- Bom vê-lo. Como você está hoje?

É muito divertido escrever sobre o poder de um único segredo e o efeito cascata dele. Eu adoro fazer isso. Gosto de tornar uma família comum, tipo está indo tudo bem, e apenas algumas palavras sussurradas e tudo muda.

- Foi também como algo escondido que se transforma em uma história sombria. Você estava com medo de sua própria escrita ou não?
Eu sempre me perguntei isso. Na verdade, quando eu estou escrevendo, eu só quero descobrir maneiras de obter o emocional. Eu quero que você continue a ler. Eu quero agitar sua mente, seu pulso, e principalmente o seu coração.
Eu quero que você realmente se preocupe com essas pessoas e é nisso que eu tenho que me concentrar.


- Missão Cumprida.  Al apelidou você de duas páginas, duas páginas no "New York Times", as pessoas adoram sua escrita.
Obrigado.


- Alguma vez você já pensou em comédia romântica?
Nah. Um romance. Sim. Adoro histórias, mas eles são usualmente um pouco obscuras. Só um pouquinho.

- Ainda sobre a noite, eu vi que todos os seus livros foram definidos no subúrbio de Nova Iorque, você viveu lá. Levando a sua família lá. E há mais de poucas palavras, o que você gostaria de mandar a alguns dos seus vizinhos?
Especialmente um presente. É um olhar satírico real sobre os subúrbios, o quanto nos preocupamos com esportes dos nossos filhos e com coisas fúteis. O creme americano, mas que o sonho se torna realidade, mas pode escurecer um pesadelo. Eu gosto de zombar de mim também. Eu sou culpado, tanto quanto qualquer outra pessoa. Assistindo o seu filho em um evento esportivo. Você só vê o seu filho. Você deseja ver todo o resto, mas realmente só vê seu filho. É uma dicotomia interessante.

- O poder de segredos. Você acredita que você deve contar segredos ou mantê-los?
Nós vamos deixar o livro decidir. Pessoalmente, no entanto. Não, bem, eu não acho que é bom ter segredos. Não muitos segredos.

- Que tipo de segredos? Você Tem esqueleto no armário?
Não eu não.

- Então, sobre suas histórias. Quero dizer, há sempre alguma intriga, alguma escuridão. Mas ultimamente muitos mistérios e um suspense que tem sido muito perturbador. Você já contrariou essa tendência, ficou longe de isso?
Não tenho nenhum interesse em extrema violência ou a qualquer coisa do tipo. Eu quero que seja uma história que você pode se perguntar se no final você faria a mesma coisa que o cara mau.

- E, no caso de "The Stranger" você estava enganado com o fim?

Uh, de alguma forma, sim. Eu era. Não importava, porque era a viagem, e realmente é. Comecei a suspeitar sobre talvez três quartos do caminho, mas eu não tinha certeza. Isso é o tipo de coisa que eu queria. Eu queria mantê-lo atento. Eu não quero agredi-lo. Eu não tenho nenhum interesse nisso.
Eu quero que você leve este livro para a cama às 11:00, e diga que vai ler  durante dez minutos e a próxima coisa que você sabe é que são 4:00 da manhã e você está me xingando.


- Como é para você a experiência de quando você está escrevendo, você sente algum estímulo?
Eu sinto no final de um livro, eu escrevi sem parar as últimas 40 páginas deste livro.

- O Quê?
Eu mal podia manter meus dedos. Meu pulso estava correndo. Eu não fazia nem a barba. Minha família tem medo de mim. Dão-me algo e correm. E eu fico acabado, escrevendo tão rápido. Tão rápido quanto você está lendo, eu estou quase escrevendo.

 
- Incrível."



O que vocês esperam desse livro? Estou muito curiosa para saber que segredo é esse e principalmente quem é O Estranho?! Deixem seus comentários!



Imagens: Today - NBC News.
Fonte: Today - NBC News e Harlan Coben Website.  

Deixe um comentário

Obrigada pela sua opinião!
Com ela posso melhorar o BHCB para VOCÊ! (: